Qual a diferença entre Bowden e Direct Extruder ?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

 Qual a diferença entre os sistemas de extrusão Bowden e Direct ?

Sistema de Extrusão Bowden

Um dos desafios quando se inicia a impressão 3D é aprender a terminologia. Dependendo da sua formação, alguns nomes podem ser complexos e difíceis de associar a algo conhecido.

No caso da extrusora Bowden por exemplo. O nome é este pois o sistema bowden refere-se ao uso de um tubo flexível ( normalmente PTFE) que conduz o filamento do extrusor até o hotend (bico aquecido) e este sistema lembra muito o sistema de cabos dos freios das bicicletas que por sua vez chama-se bowden, dando origem assim ao nome do nosso amigo extrusor. Este sistema tem como característica um ganho de velocidade nas impressões, pois como o motor do sistema de extrusão fica separado do hotend, o carro central da máquina fica mais leve, conseguindo assim atingir velocidades mais altas que as conseguidas pelo sistema Direct.

[impulsosocial_popup]

Cabo Bowden

cabo bowden

(Fonte da imagem wikipedia )

 

 

Sistema de Extrusão Bowden

Bowden.jpg

Bowden Extruder AG 3D Printer

Perceba que o sistema fica afastado e o filamento é conduzido do motor até o hotend pelo tubo flexível

 

Sistema de Extrusão Direct

A extrusora Direct é mais comum, e o sistema consiste em um motor de passo ligado diretamente sobre o sistema do hotend, eliminando assim o uso do tubo PTFE e tornando o sistema de extrusão um conjunto único e não separado como é o caso da Extrusora Bowden. Este sistema tem a seu favor o maior torque devido a sua proximidade do hotend e também a possibilidade do uso de materiais flexíveis, que por sua vez tem dificuldade em sistemas com Extrusora Bowden.  Em ambos os sistemas, pode-se utilizar de engrenagens (geared) o que proporciona maior torque devido a transferência de força proporcionada pela relação das engrenagens.

Direct Drive

Direct Extruder AG 3D Printer

Compare os Sistemas

Bowden X Direct Drive

Dúvidas, sugestões  serão sempre muito bem vindas.

Este material tem o intuito de ajudar principalmente quem está iniciando no mundo da impressão 3D, portanto caso você seja experiente ajude-nos a melhorar o mesmo. Suas sugestões serão bem vindas.

Se gostou, se inscreva para receber os próximos posts.

Grande abraço!

Anderson Godoy | Escola de Impressão 3D

logo-escola-de-impressao3d-branco-60x60x300px

10 Comentários


  1. Otima explicação!! Se tivesse esse post anteriormente nao precisaria ficar cacando na net as info!

    Responder

  2. Excelente explicação!!! Na minha utilizo um DIrect Drive, e nunca me deu problemas, gostaria de saber as vantagens e desvantagens de cada tipo de extrusor.

    Responder

    1. Obrigado Lucas!
      Vou responder sua questão que também é a mesma dúvida do Watanabe.
      Se você quer uma impressora que prime pela velocidade, o ideal é ter ela com bowden pois pelo fato de o motor de passo estar fixo em algum ponto da máquina e não sobre o carro que movimenta o hotend, isso torna o conjunto de impressão mais leve e com isso vc consegue imprimir maiores velocidades sem tanta carga. Já neste tipo de sistema você tem limitação por exemplo ao uso do material Flexivel, devido ao longo caminho que ele tem até chegar no hotend. Eu tenho os dois sistemas e utilizo o sistema Direct em uma máquina que imprimo não só com flex, mas também com outros materiais mais duros e difíceis de imprimir, como por exemplo Nylon com fibra de carbono ou policarbonato. Pra isso a máquina com engrenagem no extrusor é perfeita, pois devido a relação das engrenagens, ela tem mais força para empurrar estes tipo de filamentos. Resumindo um pouco seria isso. Na verdade você define de acordo com as suas necessidades. Qualquer dúvida estamos a disposição.
      Grande abç!
      Anderson Godoy | Filamento 3D Brasil

      Responder

    1. Obrigado pelo contato Watanabe!
      Se você quer uma impressora que prime pela velocidade, o ideal é ter ela com bowden pois pelo fato de o motor de passo estar fixo em algum ponto da máquina e não sobre o carro que movimenta o hotend, isso torna o conjunto de impressão mais leve e com isso vc consegue imprimir maiores velocidades sem tanta carga. Já neste tipo de sistema você tem limitação por exemplo ao uso do material Flexivel, devido ao longo caminho que ele tem até chegar no hotend. Eu tenho os dois sistemas e utilizo o sistema Direct em uma máquina que imprimo não só com flex, mas também com outros materiais mais duros e difíceis de imprimir, como por exemplo Nylon com fibra de carbono ou policarbonato. Pra isso a máquina com engrenagem no extrusor é perfeita, pois devido a relação das engrenagens, ela tem mais força para empurrar estes tipo de filamentos. Resumindo um pouco seria isso. Na verdade você define de acordo com as suas necessidades. Qualquer dúvida estamos a disposição.
      Grande abç!
      Anderson Godoy | Filamento 3D Brasil

      Responder

  3. Li no site da E3D que o tubo de PTFE é necessário nas impressoras com Direct Drive (entre o hotend e a extrusora). Procede essa informação? Grato.

    Responder

  4. Excelente explicação! No meu caso, só utilizo plástico ABS e não necessito de tanta precisão para imprimir. Vale a pena trocar o sistema Direct da minha pelo Bowden?

    Responder

Deixe uma resposta para Gabriel Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *